Como Lidar Com Uma Pessoa Bipolar

Como Lidar Com Uma Pessoa Bipolar

Conviver com alguém que tenha transtorno bipolar de humor pode parecer algo complicado, devido à falta de conhecimento em relação à doença e a ausência de uma cura específica. Seus sintomas podem ser amenizados por meio de medicamentos e terapia, porém entender pelo que um parente ou amigo que tenha transtorno bipolar passa é importante para saber como lidar com uma pessoa bipolar.

Seguir um tratamento especializado é imprescindível para conseguir levar uma rotina mais tranquila; é importante para quem sofre com mudanças de humor repentinas seguir um parâmetro diário, pois isso ajuda a manter um controle maior da sua vida. Os horários de descanso não podem ser desregulares, já que o sono quebradiço pode levar ao descontrole do humor, causando irritabilidade e insônia, que podem acabar resultando em uma crise real.

 

Entenda porque tratamento não é tudo

Embora a principal recomendação médica seja o tratamento, é de extrema importância lembrar que isto não é o suficiente para o controle do estado clínico e bem-estar do paciente. A repercussão dos sintomas causados por esse transtorno envolve não apenas o pessoal, mas também o ambiente social. Dependendo da reação de outras pessoas que não entende a situação de quem é bipolar, pode levar à diminuição da auto-estima e confiança do doente. Por isso há a importância do apoio familiar.

Antes de saber qual a melhor postura adquirir diante de uma crise é preciso saber com o que se está lidando. A bipolaridade não é fácil de ser compreendida e ao invés de procurar entender, muitos apenas julgam as atitudes decorrentes do problema, crendo que a pessoa aja daquela maneira porque quer.

O pior inimigo, nesse caso, é a falta de informação. Ninguém é obrigado a saber ou entender de que maneira a bipolaridade atua; porém, se alguém querido sofre desse mal, procurar se informar pode ser de grande ajuda. O transtorno bipolar atua no cérebro, o que significa que a pessoa não tem culpa quando perde o controle de suas atitudes, sejam essas deprimidas ou eufóricas. É preciso ter paciência e compaixão, pois se trata de uma situação delicada.

 

Oferecer apoio pode ajudar

Durante o tratamento, principalmente no início, o apoio familiar é muito importante e fundamental ao paciente. A prescrição de remédios para controlar as crises bipolares precisa ser seguida à risca, de maneira que a família pode colaborar reforçando a importância para evitar descontroles futuros. Outra maneira bastante sadia de ajudar é procurar manter-se flexível diante de possíveis ataques nervosos.

É preciso compreender como lidar com uma pessoa bipolar tendo em vista que essas atitudes são em decorrência da doença, e não da maneira de ser do indivíduo. Essa postura ajuda a aliviar o sentimento de culpa de quem sofre de bipolaridade; o mesmo deve ocorrer se a crise for de euforia, é necessário manter a firmeza e, caso a situação fuja ao controle, não hesite em procurar apoio psiquiátrico.

 

De que maneira é possível apoiar uma pessoa bipolar?

É preciso estar certo do bem estar do paciente quanto aos medicamentos. Alguns podem desencadear efeitos adversos e incômodos; caso ocorra, o médico precisa ser informado para que seja a feita a troca. Isso pode ser notado prestando-se atenção na pessoa a partir do momento em que o tratamento for iniciado: suas reações, estado de humor, mudança no quadro clínico, alterações físicas e orgânicas etc.

A convivência com quem é bipolar permite que se conheça alguns dos sinais que indicam o início de uma crise. Ao menor sinal, é necessário fazer uma intervenção e auxiliá-la até que ela se acalme. Pode ser que sua ajuda seja vista pelo paciente como intromissão; esse é um dos momentos que exigirá calma e paciência ao explicar que sua intenção é a de ajudar apenas.

Evite nomear reações que o indivíduo possa ter; chamá-lo de louco, por exemplo, irá apenas prejudicá-lo, tanto pessoalmente como em seu tratamento. É preciso adotar uma postura carinhosa, atenciosa e compreensiva para que a pessoa veja que pode contar com sua ajuda, o que irá diminuir a culpa por seus ataques.

Gostou das sugestões ou quer compartilhar sua experiência sobre como lidar com uma pessoa bipolar? Deixe um comentário abaixo ou compartilhe!

Gostou do Artigo?
Então você irá gostar do nosso mini curso GRATUITO por email, coloque seu nome e email aqui em baixo e confira!
We hate spam just as much as you

Tags: ,

Deixe seu Comentário (Nenhum Comentário Até Agora)

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!